SEO para e-commerce: 4 estratégias básicas para otimizar sua loja vistual

  • Post author:
  • Post category:SEO

Se você tem uma loja online, não pode abrir mão do trabalho de SEO para e-commerce, ou seja, a otimização para que os mecanismos de buscas encontrem o seu negócio.

Mas o quanto essa tarefa é importante, de fato? Para entender melhor, vamos começar refletindo sobre o comportamento do consumidor:

Pra nós, assim como para a maioria das pessoas, o Google é primeiro lugar que acessamos quando precisamos comprar alguma coisa online.

A maioria de nós não tem tempo ou paciência para ir além da primeira página dos resultados das buscas.

Isso também acontece porque achamos que, se um site não está ali naquela primeira lista de resultados, provavelmente ele não deve ser bom o suficiente…

Levando isso em conta, se a sua loja não aparecer logo nos primeiro resultados, seus potenciais clientes nem vão saber que você existe.

E se eles não sabem da sua existência, automaticamente sua loja deixa de receber visitas dos compradores que estão buscando pelos mesmos produtos que você comercializa.

O sistema pode ser injusto…

Você pode dizer: “Ah, eu não acredito nisso! Meus produtos são de qualidade, minha loja é segura, meus clientes atuais me amam e daqui a pouco tudo vai melhorar naturalmente“.

Tudo bem, mas você sabe que o ‘sistema’ muitas vezes pode ser injusto…

Talvez o seu concorrente não tenha produtos de alta qualidade, não tenha um atendimento perfeito, mas o fato é que ele aparece nas pesquisas.

Com isso, a loja dele recebe visitas e, consequentemente, vende mais. A equação é simples assim. E como diz o velho ditado, “quem não é visto, não é lembrado”.

É claro que você tem todo o direito de não querer otimizar seu e-commerce agora.  A única coisa que pode acontecer é que, conforme o tempo vai passando, outras lojas vão fazendo essa otimização antes de você.

Isso só significa que vai se tornando cada vez mais difícil concorrer quanto mais tarde essa decisão for tomada.

O que é SEO?

SEO é a sigla para Search Engine Optimization. Traduzindo, significa Otimização de Mecanismo de Pesquisa. É um conjunto de técnicas a se aplicar para que um site fique bem posicionado e seja facilmente encontrado nas buscas da internet.

Essas técnicas envolvem tarefas que são feitas dentro e fora de suas páginas. Isso inclui a otimização de elementos relacionados ao conteúdo e, também, na programação do site.

Ou seja, são códigos trabalhando por todo o lado pra fazer “a mágica” de colocar um site nas melhores posições das buscas.

As estratégias de SEO se aplicam a tudo que você imaginar que possa ser pesquisado na web. Até mesmo nos sites do governo, aplicativos de jogos, blogs pessoais e claro, nos e-commerce’s.

Não existe nada, absolutamente nada que possa ser comprado que antes não seja localizado pelos robôs do Google. Isso não é pouca coisa…

Não preciso de SEO, eu gero tráfego com anúncios

Tudo bem, aparecer nas buscas orgânicas através de um trabalho de SEO não é tão rápido quanto anunciando no Google Ads ou no Facebook Ads. A pergunta é: quanto você está pagando pelo clique?

Sem dúvidas, seu e-commerce pode aparecer no topo das buscas rapidamente, se você estiver disposto a investir em tráfego pago.

Mas mesmo que você faça campanhas de anúncios super otimizadas, vai chegar um momento em que os resultados estacionam por pura falta de otimização do site. Além disso, o índice de qualidade dos anúncios é diretamente impactado pela qualidade da página de destino. Ou seja, você pode estar pagando caro pelo clique, por falta de otimização do seu e-commerce.

O indicado é tentar conciliar as duas coisas: otimizar o e-commerce com SEO, enquanto se continua investindo em tráfego pago. Isso porque esses dois trabalhos se complementam, trazendo resultados de alto impacto para sua loja online.

4 técnicas simples de SEO para e-commerce

seo-para-ecommerce

Vamos logo ao que te trouxe aqui: as quatro técnicas de SEO para e-commerce:

1. Comece otimizando as palavras-chave

Para que os consumidores encontrem sua loja online nas buscas orgânicas, é preciso que suas páginas tenham as palavras-chave certas. É através delas que você consegue ter um bom ranqueamento nos resultados dos mecanismos de busca.

Veja o passo a passo de como fazer esse trabalho:

  1. Pesquise e identifique as palavras-chave que você quer ranquear na home do site e nas páginas de produtos;
  2. Analise como os concorrentes aparecem nas buscas e descubra para quais palavras-chave eles estão ranqueando. Veja se essas mesmas palavras interessam para o seu negócio e coloque-as na lista;
  3. Selecione uma única palavra-chave principal para cada página. Se você tiver duas páginas com a mesma palavra-chave principal, elas concorrerão entre si pelos resultados nas buscas, o que impacta nos resultados. Faça uma lista de todas as páginas e suas respectivas palavras-chave principais antes de começar essa otimização.

2. Faça o SEO On-page

De maneira simples, o SEO On-page significa incorporar as palavras-chave que você definiu no primeiro passo dentro do seu site.

É isso que vai trazer tráfego segmentado, qualificado para seu e-commerce. O SEO On-page vai garantir que visitantes que chegam à sua loja online sejam, de fato, potenciais consumidores de qualidade.

Componentes do SEO On-page (onde inserir as palavras-chave):

  • Título da página;
  • Títulos dos produtos;
  • Sub-títulos (se houver);
  • Categorias de produtos;
  • Descrições de produtos;
  • Alt tags de imagens (exemplo: camiseta-azul-marca-x);
  • Meta título e descrição (meta-description é uma espécie de resumo do item que vai aparecer no Google);
  • URL’s dos produtos.

3. Otimize para dispositivos móveis

Os acessos por dispositivos móveis vem crescendo desde 2016. Por conta disso, o Google vem dando prioridade para os sites responsivos, que se importam em oferecer uma boa experiência ao usuário mobile.

Se o seu e-commerce já está preparado para aparecer tão bem nos dispositivos móveis quanto aparece nos computadores e notebooks, você tem maiores chances de ganhar posições no ranking dos resultados das pesquisas.

Resumidamente, o que você precisa levar em conta nessa fase é:

  • Velocidade de carregamento das páginas;
  • Design responsivo;
  • Evitar excessos de intersticiais invasivos (pop-ups, janelas de chat, tudo que interromper ou dificultar a navegação). No smartphone, esses excessos atrapalham muito a navegação;
  • Resolver links quebrados, evitando o aparecimento da página de erro 404;
  • Use fontes (letras) padrão, em tamanho razoável, que sejam fáceis de ler no smartphone;
  • Use negrito sem exageros, para destacar as informações mais importantes;
  • Usar parágrafos curtos nas descrições de produtos, com espaço entre eles;

4. Invista na descrição de produtos

Há pelo menos 10 anos que os grandes e-commerce’s brasileiros já investem na otimização da descrição de produtos.

Mesmo assim, poucos proprietários de lojas online de pequeno e médio porte, tem noção da importância dessa técnica.

Provavelmente você já acessou lojas como Magazine Luíza, Dafiti, Netshoes, dentre outros grandes nomes. Repare que, ao clicar em qualquer produto, você encontrará uma descrição de produtos que vai além das características técnicas.

Essas descrições tem algo em comum:

  1. Palavra-chave relacionada ao produto;
  2. Texto criativo e original, que ajuda o leitor a fazer a melhor escolha;
  3. ‘Copywriting’ ou texto de venda, que praticamente leva a um convencimento de compra.

Isso dá trabalho? Sim, muito. Mas você acredita que eles teriam esse trabalho todo por nada? Claro que não… Se eles investem nisso, é lógico que este trabalho traz resultados.

A descrição de produtos para e-commerce tem várias funções, como: ranquear nos buscadores, oferecer uma boa experiência ao usuário e fechar mais vendas. Por isso que não se pode confundi-las com uma ação rápida de simplesmente jogar as características técnicas do produto nesse campo. Use-o com visão estratégica.

Precisa de mais dicas sobre isso? A Nuvemshop também destaca a importância da descrição de produtos neste artigo.

Vídeo: SEO para e-commerce

Pra concluir, se você quer entender melhor como essas dicas funcionam na prática e descobrir outros insights, vale à pena conferir um vídeo cheio de sacadas, do canal E-commerce Hacks:

Concluindo, esperamos que este conteúdo tenha sido útil pra você. Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário pra gente te ajudar. Até a próxima!

Este post tem um comentário

Deixe um comentário