• Categoria do post:SEO Técnico
  • Tempo de leitura:12 minutos de leitura
  • Autor do post:

O SEO (Search Engine Optimization) é uma parte fundamental do marketing digital, e o SEO técnico desempenha um papel crucial na otimização de um site para os motores de busca.

Neste artigo, exploraremos o que é o SEO técnico, as principais ações envolvidas, a importância dessa estratégia e como você pode aprimorar o desempenho do seu site nos mecanismos de busca.

O que é SEO Técnico?

O SEO técnico é uma disciplina do SEO que se concentra na otimização da estrutura, configuração e aspectos técnicos de um site, a fim de melhorar a classificação nos mecanismos de busca.

O SEO técnico envolve ajustes e otimizações que são invisíveis para o usuário, mas que têm um grande impacto nos resultados de pesquisa. 

Importância do SEO Técnico

O SEO técnico é essencial por várias razões:

  1. Melhora a experiência do usuário: Um site mais rápido e fácil de usar cativa os visitantes, resultando em menor taxa de rejeição e mais conversões.
  2. Melhora a indexação: Quando os motores de busca podem rastrear e indexar seu site eficientemente, suas páginas têm mais chances de serem classificadas.
  3. Segurança e confiança: Um site seguro é mais confiável para os usuários e menos propenso a ataques cibernéticos.
  4. Conquista de classificações mais altas: Motores de busca como o Google levam em consideração fatores técnicos ao determinar as classificações. SEO técnico adequado pode resultar em melhor posicionamento nos resultados de pesquisa.

Dados estruturados de SEO: melhore a visibilidade do seu site nos resultados da pesquisa orgânica

Principais ações de SEO Técnico

Vamos explorar algumas das principais ações que compõem o SEO técnico:

1. Otimização de velocidade e desempenho

A velocidade do site é crucial para a experiência do usuário e a classificação nos mecanismos de busca. Isso inclui a compressão de imagens, a minimização de arquivos CSS e JavaScript, o uso de uma CDN (Content Delivery Network) e a escolha de um provedor de hospedagem de qualidade. Um site mais rápido não apenas agrada aos usuários, mas também é favorecido pelo Google.

SEO Experience: a otimização de site focada na experiência do usuário

2. Configuração do Robots.txt e Sitemap.xml

O arquivo robots.txt controla quais partes do seu site os motores de busca podem rastrear, enquanto o sitemap.xml fornece um mapa do seu site, facilitando o rastreamento. Configurar esses arquivos corretamente é fundamental para garantir que o conteúdo certo seja indexado. Vejamos mais sobre isso:

Robots.txt

O Robots.txt é um arquivo de texto que fica na raiz do seu site e é usado para informar aos motores de busca quais partes do seu site podem ou não ser rastreadas e indexadas.

A configuração correta do arquivo robots.txt é essencial para direcionar os motores de busca e garantir que eles se concentrem nas páginas e conteúdos mais importantes do seu site. Alguns pontos importantes a considerar são:

  • Páginas Privadas: Se você possui áreas privadas do seu site que não devem ser indexadas, como páginas de login ou áreas administrativas, é importante bloqueá-las usando o robots.txt.
  • Diretórios de Mídia: Diretórios que armazenam arquivos de mídia, como imagens, vídeos e áudio, também podem ser bloqueados para evitar que os motores de busca rastreiem conteúdo não essencial.
  • Evitar Conteúdo Duplicado: Se você tiver várias versões de uma página, como versões para impressão ou versões para dispositivos móveis, pode ser útil usar o robots.txt para especificar qual versão é preferida pelos motores de busca.

User-agent no Robots.txt

O comando user-agent tem a função de listar as regras indicadas no arquivo Robots.txt que os robôs de rastreamento indicados nele devem seguir.

Se todos os mecanismos de pesquisa devem seguir as mesmas regras (este é o cenário mais comum), basta usar o comando User-agent: *. Mas, se você deseja especificar regras diferentes para cada mecanismo de busca, basta seguir os comandos da lista abaixo:

  • GoogleUser-agent: Googlebot
  • Google ImagensUser-agent: Googlebot-images
  • Google AdwordsUser-agent: Adsbot-Google
  • Google AdsenseUser-agent: Mediapartners-Google
  • Yahoo: User-agent: Slurp
  • BingUser-agent: Bingbot

Veja a lista completa na página Visão geral dos rastreadores e coletores do Google (user agents).

Sitemap.xml

O sitemap.xml é um arquivo que lista todas as páginas do seu site que você deseja que os motores de busca indexem. Ele fornece uma estrutura organizada que ajuda os motores de busca a entender a hierarquia do seu site e rastrear suas páginas de maneira eficiente. Alguns pontos importantes a considerar são:

  • Priorização de Páginas: Você pode indicar a importância relativa das páginas no sitemap.xml, ajudando os motores de busca a priorizar o que rastrear primeiro.
  • Atualizações Frequentes: Se o seu site é atualizado com frequência, é importante manter o sitemap.xml atualizado para que os motores de busca sempre tenham acesso às informações mais recentes.
  • Compatibilidade com Padrões Sitemaps: Certifique-se de que seu arquivo sitemap.xml esteja em conformidade com os padrões sitemaps estabelecidos pelo Google e outros motores de busca.

A configuração adequada do arquivo robots.txt e do sitemap.xml é essencial para garantir que os motores de busca rastreiem e indexem seu site da maneira desejada. Erros na configuração podem levar a problemas, como a indexação de páginas irrelevantes ou a exclusão acidental de conteúdo importante. Portanto, é fundamental dedicar tempo à criação e manutenção desses arquivos.

Além disso, a configuração desses arquivos pode variar dependendo do sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) que você está usando, e é importante entender como fazer essas configurações específicas para o seu sistema.

Como usar “As pessoas também perguntam” em uma estratégia de SEO de sucesso

3. URLs Amigáveis

Ter URLs descritivas e legíveis não apenas ajuda os motores de busca a entender o conteúdo da página, mas também melhora a experiência do usuário. Evite URLs longas e cheias de números ou caracteres especiais.

URLs amigáveis são URLs que são estruturadas de forma clara, descritiva e legível, tornando-as mais amigáveis para os motores de busca e para os usuários. Ter URLs bem otimizadas pode ter um impacto significativo no SEO técnico e na experiência geral do usuário. Aqui estão alguns pontos-chave sobre URLs amigáveis:

A. Compreensibilidade

Uma URL amigável deve ser compreensível para o usuário médio. Deve refletir de maneira clara e concisa o conteúdo da página. Isso ajuda os visitantes a entenderem o que podem esperar ao clicar no link e, ao mesmo tempo, ajuda os motores de busca a entenderem o conteúdo da página.

  • Exemplo de URL não amigável: www.exemplo.com/index.php?p=123
  • Exemplo de URL amigável: www.exemplo.com/blog/como-criar-urls-amigaveis

B. Palavras-Chave

Incluir palavras-chave relevantes na URL é uma prática recomendada. Isso pode melhorar a relevância do conteúdo para determinadas consultas de pesquisa. No entanto, é importante não exagerar nas palavras-chave e manter a URL clara e concisa.

  • Exemplo com palavras-chave: www.exemplo.com/dicas-para-otimizacao-de-url-amigavel

C. Hifenização

O uso de hífens (traços) para separar palavras em URLs é uma prática recomendada, pois torna as URLs mais legíveis tanto para motores de busca quanto para os usuários. Evite o uso de espaços ou caracteres especiais, pois eles podem causar problemas de formatação.

  • Exemplo de hifenização: www.exemplo.com/url-amigavel-para-seo

D. Extensões de Arquivos

Em URLs amigáveis, evite extensões de arquivo longas e complexas, como “.php” ou “.html”. Em muitos casos, é possível configurar seu servidor web para que as extensões de arquivo sejam omitidas, resultando em URLs mais limpas.

  • Exemplo sem extensão de arquivo visível: www.exemplo.com/meu-artigo-importante

E. Redirecionamento

Se você precisar alterar a estrutura de suas URLs ou atualizar os links, é importante configurar redirecionamentos 301 permanentes para garantir que os visitantes sejam encaminhados corretamente para a nova URL. Isso é essencial para preservar a autoridade de página e evitar erros 404.

Interaction to Next Paint (INP): prepare-se para a nova métrica Core Web Vitals

Tenha uma máquina de geração de leads que nunca para de funcionar

Construa sua marca e crie uma máquina de geração de oportunidades de receita que perdura por anos sem depender de anúncios.

4. Otimização de Imagens e Multimídia

A otimização de imagens e outros elementos multimídia é essencial para manter o tempo de carregamento do site baixo. Certifique-se de comprimir imagens, usar formatos adequados e fornecer descrições alt-text para imagens.

  • Compressão de Imagens: Imagens não otimizadas podem aumentar significativamente o tempo de carregamento do site. Portanto, é essencial comprimir imagens para reduzir o tamanho do arquivo sem comprometer muito a qualidade. Existem várias ferramentas e plugins disponíveis para ajudar nesse processo;
  • Formatos de Imagens: Escolher o formato de imagem certo é importante. Formatos populares incluem JPEG (para fotografias e imagens complexas) e PNG (para gráficos com fundo transparente). Além disso, o formato WebP é uma solução para ter imagens mais leves sem perder a qualidade. Sites que contém esse formato carregam mais rapidamente.
  • Texto Alternativo (Alt-Text): O Alt-text é usado pelos mecanismos de busca para entender o conteúdo das imagens e também beneficia os usuários com deficiência visual, pois seus leitores de tela leem essas descrições em voz alta;
  • Carregamento Lazy Load: IPermite que as imagens sejam carregadas apenas quando o usuário rola para visualizá-las. Isso acelera o carregamento da página, especialmente em sites com muitas imagens;
  • Vídeos e Multimídia Incorporados: Ao incorporar vídeos e outros elementos multimídia no seu site, é importante considerar a otimização. Escolher as configurações de reprodução, resolução e formatos corretos pode melhorar a experiência do usuário e o desempenho da página;
  • Tamanho e Resolução: Use imagens e multimídia com tamanhos e resoluções apropriados para a exibição no seu site. Isso evita o carregamento de recursos maiores do que o necessário, o que pode sobrecarregar o servidor e aumentar o tempo de carregamento;
  • CDN (Content Delivery Network): O uso de uma CDN para hospedar e distribuir seus recursos de mídia pode melhorar significativamente o desempenho do site. As CDNs armazenam cópias do seu conteúdo em servidores em todo o mundo, entregando-o aos usuários a partir do servidor mais próximo, reduzindo assim a latência.

5. Responsividade e Mobile-Friendly

Com o aumento do uso de dispositivos móveis, é fundamental que seu site seja responsivo e amigável para dispositivos móveis. O Google dá preferência aos sites que oferecem uma boa experiência em smartphones e tablets.

6 motivos para manter o WordPress atualizado (a começar pela segurança)

6. Segurança (HTTPS)

Ter um site seguro é importante para a confiança dos usuários e o Google prioriza sites com conexões seguras. Certifique-se de que seu site esteja configurado com um certificado SSL para ativar o HTTPS.

Conclusão

O SEO técnico desempenha um papel crítico na otimização de um site para os motores de busca e na melhoria da experiência do usuário.

Ao adotar uma abordagem sólida de SEO técnico, você pode colher os benefícios de classificações mais altas e um site mais eficaz em termos de desempenho.

Certifique-se de revisar e atualizar regularmente seu SEO técnico para acompanhar as mudanças nos algoritmos dos motores de busca e as tendências de otimização na web.

Gostou deste artigo? Deixe-nos a sua opinião nos comentários! Não esqueça de se inscrever na nossa newsletter gratuita para receber conteúdos que te manterão sempre atualizado sobre marketing e SEO.

Newsletter Gratuita

Assine a newsletter e receba novos conteúdos sobre estratégias de SEO e marketing diretamente em seu e-mail. 


Deixe um comentário